Blog

Cabotagem x transporte rodoviário: como escolher o modal certo para a sua necessidade?

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Cabotagem x transporte rodoviário: como escolher o modal certo para a sua necessidade?

Na gestão logística de transporte, os profissionais do setor tem diversas opções de rota e modais para oferecer aos clientes. 

Contudo, para escolher a melhor alternativa é preciso considerar uma série de variáveis, como custo, prazo e segurança. Isso porque, na prática, esses aspectos podem representar redução de despesas, diminuição das margens de perda e agilidade na entrega. 

Mas, então, como escolher o melhor modal para as demandas do cliente? Entre a cabotagem e o transporte rodoviário: qual a opção mais indicada? Bom, essa pergunta não tem uma resposta pronta. 

Ainda assim, neste artigo, fornecemos informações para que você consiga escolher a modalidade mais vantajosa. Confira! 

Avance na leitura do material!

 

Cabotagem x transporte rodoviário: qual a proposta de cada um?

A cabotagem é uma modalidade de transporte de cargas feita em navios, no mar, nos rios ou lagos, entre portos de um mesmo país. 

Embora seja amplamente usada no Brasil para o transporte de petróleo e derivados, a cabotagem tem potencial para todo tipo de carga. De matéria-prima a manufaturados, o transporte é feito com o uso contêineres.

Vale destacar que o uso da cabotagem tem sido cada vez mais explorado. De acordo com dados Associação Brasileira de Armadores de Cabotagem (Abac), o primeiro trimestre de 2020 registrou um aumento de 12,8% no uso do modal. 

O número tem razão de ser. Como o Brasil possui uma extensa costa navegável, a cabotagem pode ser mais vantajosa que os outros modais em muitos casos.

Já o transporte rodoviário é o mais usado no território brasileiro para o transporte de cargas e passageiros. Com rodovias com mais de 4.500 kms de extensão, 58% do escoamento no país é feito pelo transporte rodoviário, de acordo com indicadores do Banco Mundial.

Com uma alta capilaridade, dada a possibilidade de entrega até nos municípios mais distantes dos grandes centros, o modal é usado para pequenas e grandes cargas. Além disso, se destaca também pela flexibilidade na negociação e nos acordos entre empresas, transportadoras, distribuidores e outros stakeholders da cadeia logística.

 

Vantagens do transporte rodoviário e da cabotagem

Para que você consiga compreender qual é o modal mais indicado diante de uma nova demanda, precisa conhecer os benefícios de cada um deles. Confira a seguir e saiba como fazer a melhor escolha! 

 

Cabotagem: 4 diferenciais do modal

Cobertura de trajetos mais distantes com mais carga: com a cabotagem é possível transportar grandes volumes de cargas, de forma prática e eficiente. A rota é feita com previsibilidade de horários e percursos, evitando estradas sinuosas, irregulares e riscos de mau tempo, engarrafamento e até roubos.  A cabotagem tem uma rotação regular, com horário para sair e chegar, facilitando o acompanhamento da carga. 

Alto nível de segurança: a cabotagem é considerada o modal mais seguro quando consideramos os riscos de roubos, desvios e acidentes. Isso implica em economia na emissão da apólice de seguro. De outro modo, o contêiner também oferece uma proteção mais robusta para a carga, evitando possíveis avarias no transporte.

Variedade de cargas: hoje existem vários tipos de navios usados na cabotagem. Alguns foram desenvolvidos para cargas específicas, como gaseiros, tanqueiros e graneleiros. Além destes, destacam-se também os petroleiros, frigoríficos, porta-contêineres, porta-veículos e aqueles que transportam carga viva. Em síntese, a cabotagem pode atender a todos os tipos de cargas.

Menor impacto ambiental: como permite o transporte de um alto volume de carga por vias naturais, a cabotagem gera um menor gasto de combustível, minimizando a emissão de CO2 e Nox na atmosfera. Ou seja, é um modal mais sustentável. 

 

Transporte rodoviário: 3 vantagens da modalidade

Capilaridade: como já comentamos, a malha rodoviária do Brasil é extensa, garantindo ampla cobertura no território nacional. Tal capilaridade facilita a logística e a distribuição para regiões mais remotas, onde nem sempre a cabotagem chega. 

Embarque in loco: essa é uma vantagem importante. Diferente de outros modais, o transporte rodoviário busca a mercadoria in loco. Já na cabotagem, por exemplo, a carga deve ser levada até o ponto de embarque. Outra alternativa é usar cabotagem em contêineres com a abordagem multimodal. Dessa maneira, é possível receber um serviço porta/porta semelhante ao oferecido pelo transporte rodoviário

Agilidade e flexibilidade: de maneira geral, o transporte feito pelas rodovias garante uma entrega mais ágil. Isso porque como existem mais players no mercado e um amplo portfólio de serviços, a negociação é mais simples e atrativa. Além disso, a flexibilidade na escolha de embalagens, carregamento e rotas também torna o processo mais rápido. 

 

Cabotagem ou transporte rodoviário: qual modalidade devo usar?

Como já mencionamos, é difícil ter uma resposta fechada para essa questão. A boa notícia é que agora você tem subsídios para escolher o modal mais adequado.

Na hora de selecionar a cabotagem ou o transporte rodoviário, lembre-se de avaliar as características de carga, a necessidade de distribuição, a distância do trajeto, tipo e valor das mercadorias. 

De maneira geral, a cabotagem costuma ser mais indicada para percursos mais longos até mesmo por uma questão de custo: é mais acessível. Já o transporte rodoviário é a modalidade ideal para trajetos mais curtos. 

Por fim, é importante visualizar os dois modais como complementares. Afinal, o navio de cabotagem faz apenas o transporte entre portos. Dessa maneira, em muitos casos, a contratação do frete rodoviário é indispensável para o trajeto do porto até o destino final.

É sempre possível aperfeiçoar a gestão logística da empresa e obter melhores resultados. Se você ainda possui dúvidas a respeito desse assunto entre em contato com a Asia Shipping, nós estamos sempre prontos para lhe ajudar e indicar a melhor direção para o seu negócio!

Continue acompanhando o blog e confira nosso conteúdo, feito por especialistas no assunto.